Sessão de esclarecimento sobre o cancro no ovário este Sábado

 

O Dia Mundial do Cancro do Ovário, o cancro ginecológico mais letal na mulher na pós-menopausa, assinala-se a 8 de Maio. A doença, cuja sintomatologia é inespecífica ou mesmo ausente nos estádios iniciais, apresenta taxas de incidência e mortalidade cada vez maiores.

Em comunicado oficial, o Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro salienta a importância de diagnóstico precoce do cancro do ovário, para o qual não há rastreio. Pretende também alertar para a importância de ir ao médico e de estar atenta aos sinais do seu corpo. Normalmente o diagnóstico do cancro do ovário é tardio porque este tumor evolui de uma maneira silenciosa, e só dá sintomas numa fase de doença avançada e que se confundem com problemas gastrointestinais, nomeadamente: perda de apetite, fadiga, dor abdominal, sensação de enfartamento e/ou abdómen inchado.

É no sentido de promover a prevenção e diagnóstico precoce do cancro do ovário que o Núcleo Regional do Centro (NRC) da Liga Portuguesa Contra o Cancro, organiza amanhã, dia 7 de Maio, a “Sessão de Esclarecimento sobre o Cancro do Ovário”. A iniciativa conta com a comunicação da Doutora Elsa Abraúl, médica ginecologista e Vogal da Direção do NRC.

A ação, que visa sensibilizar para esta efeméride terá início às 18h00, via Zoom e estará disponível no seguinte link: https://us06web.zoom.us/j/81719159831).